História do dia dos pais

Há relatos de que o Dia dos Pais surgiu na Babilônia, há mais de 4 mil anos, quando um jovem chamado Elmesu fez um cartão de argila para o seu pai, desejando-lhe sorte, saúde e longa vida.

Desde a Roma Antiga, a homenagem aos pais pela sociedade já era realizada, durante o mês de fevereiro. Entretanto, a tradição restringia-se a honrar os que haviam falecido.

A primeira comemoração de uma data para os pais foi realizada nos Estados Unidos em 5 de julho de 1908 pela Igreja Metodista em Fairmont, West Virginia.

Inspirada no dia das mães, a frequentadora da igreja Grace Golden Clayton sugeriu ao pastor a criação da celebração, apoiada pelos membros, como forma de homenagear os entes queridos que faleceram meses antes na explosão de uma mina em uma cidade vizinha.

Em registros mais recentes, no ano de 1910, nos Estados Unidos, Sonora Louise Smart Dodd (1882-1978) resolveu criar o Dia dos Pais por causa da admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart. Para isso, foi escolhido o dia de seu aniversário: 19 de junho.

Os americanos – e o comércio – se interessaram muito pela data e não demorou para que a celebração se difundisse por todo o estado de Washington e, logo em seguida, se espalhando pelo país inteiro.

Por iniciativa do presidente Lyndon Johnson, a partir de 1966, o dia dos pais passou a ser comemorado no terceiro domingo de junho. Em 1972, o Presidente Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais nos Estados Unidos.

Dia dos Pais no Brasil

Segundo alguns registros históricos, foi o publicitário e jornalista Sylvio Bhering que, em 1953, propôs que fosse celebrado o primeiro Dia dos Pais no Brasil.

Na tentativa de atrair comerciantes a publicitarem no jornal “O Globo”, onde trabalhava, Bhering difundiu a data, que rapidamente se tornou popular.

Inicialmente, Sylvio Bhering escolheu o dia 16 de agosto para comemorar o Dia dos Pais por ser o dia de São Joaquim. Este santo, segundo a tradição católica, é o pai da Virgem Maria e, portanto, avô de Jesus Cristo, considerado pela Igreja Católica como o patriarca da família.

Para que pudesse ser comemorada sempre aos fins de semana (quando supostamente os pais estão de folga e podem aproveitar o dia com os seus filhos), a data foi modificada para ser celebrada anualmente no segundo domingo do mês de agosto.

Fonte: calendarr.com

Compartilhe com seus amigos!