Dia Mundial da Língua Portuguesa

5 de maio Dia Mundial da Língua portuguesa — foi a data escolhida na 40.ª Conferência Geral da UNESCO para celebrar a língua e a cultura de países com o português como língua oficial. Portanto, nesse dia, o cinema, a literatura e a música desses países são também homenageados, pois são responsáveis pela preservação do idioma, além de fazer com que ele ultrapasse fronteiras linguísticas e culturais.

Nesse dia, todos os países estão convidados a realizar atividades que celebrem essa língua, que podem ser desde a exibição de filmes até a realização de debates sobre o idioma, que já foi homenageado por escritores e escritoras, como Olavo Bilac e Clarice Lispector.

Origem do Dia Mundial da Língua portuguesa
No dia 25 de novembro de 2009, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em sua 40.ª Conferência Geral, proclamou o dia 5 de maio como o Dia Mundial da Língua portuguesa. Segundo a “Ata da conferência”|1|, a escolha de um dia para comemorar a língua portuguesa justifica-se pela “contribuição da língua portuguesa na preservação e difusão da civilização e da cultura humanas”.

“Para essa decisão, também foi considerado que:

o português é a língua de nove Estados-Membros da UNESCO”,
“é a língua oficial de três organizações continentais e da Conferência Geral da UNESCO”,
“é falado por mais de 265 milhões de pessoas”, além de ser
“a língua mais falada no Hemisfério sul”.
Ainda, a escolha de um dia para homenagear, todos os anos, a língua portuguesa deveu-se também à “necessidade de estabelecer uma cooperação mais ampla entre os povos por meio do multilinguismo, da aproximação cultural e do diálogo entre civilizações”.

E também à “resolução de 2009 do Conselho de Ministros da Comunidade de Países de Língua portuguesa (CPLP), que instituiu o 5 de maio como Dia da Língua portuguesa e da Cultura na CPLP”, e às “garantias oferecidas pelos Estados com o português como língua oficial, em relação à salvaguarda, à conservação e à celebração desse idioma, assim como seu compromisso ativo em favor da promoção de um dia mundial da língua portuguesa e da participação nele”.

Desse modo, é função da Diretoria-Geral da UNESCO promover “a celebração do Dia Mundial da Língua portuguesa” e incentivar “os Estados-Membros, especialmente os da Comunidade de Países de Língua portuguesa (CPLP), e outras partes interessadas a participarem dessa celebração da maneira que cada um considere mais apropriada”.

O que o Dia Mundial da Língua portuguesa comemora?

A península ibérica, a partir do domínio romano iniciado em 219 a.C., passou por um processo de miscigenação e aculturação. Assim, durante séculos, o latim predominou na maior parte dessa região, e foi do latim vulgar, falado pelo povo, que surgiu a língua portuguesa. Entretanto, no século VIII, ocorreu a invasão muçulmana, que manteve o domínio árabe no sul da península até os cristãos reconquistarem tal território.

Durante a reconquista, a península estava dividida entre os reinos de Leão, Castela e Aragão, governados, no século XI, pelo rei Afonso VI (1047 – 1109), que celebrou o casamento de sua filha Urraca com o cavaleiro Raimundo e deu-lhe como dote a Galiza. Já o cavaleiro Henrique casou-se com a outra filha do rei, Teresa, e ganhou o Condado portucalense. D. Henrique de Borgonha (1066 – 1112), então, aumentou seu território na luta contra os mouros, e assim surgiu Portugal.

A mistura do latim vulgar com as línguas das regiões dominadas pelos romanos deu origem a vários dialetos, chamados romanços, que levaram às chamadas línguas neolatinas (italiano, francês, espanhol, português, entre outras). Dessa forma, na península ibérica, predominaram as seguintes línguas: o catalão, o castelhano e o galego-português.

Essa última era falada na Galiza e em Portugal, entre os séculos XII e XIV. A partir do século XIV, a forma de falar na região de Lisboa começou a predominar. Surgiu, então, a língua portuguesa, mas foi só no século XVI que essa língua assumiu as características condizentes com o português atual.

No final do século XV, Portugal iniciou seu processo de expansão, o que resultou em influência cultural nos países dominados, incluindo a imposição da língua portuguesa. Dessa forma, os países que hoje têm a língua portuguesa como oficial e principal, além de Portugal, são: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor-Leste.

Portanto, o Dia Mundial da Língua portuguesa comemora a história desses países e homenageia os 265 milhões de pessoas que hoje falam português. Por ser uma data mundial, países que não falam português também prestam homenagens a essa língua, o que permite que eles tenham, nesse dia, um maior contato com a cultura de países de língua portuguesa. Ao celebrar esse idioma, é possível também incentivar a sua preservação, pois a morte de qualquer língua implica também a morte da cultura relacionada a ela.

Cada país está livre para comemorar esse dia da forma que achar melhor. Por isso, escolas e órgãos públicos podem promover eventos sobre a cultura de países de língua portuguesa, incentivar o aprendizado do português como segunda língua (em países nos quais ela não é oficial), como também debater a importância da preservação da língua portuguesa (nos países em que ela é oficial) como veículo de transmissão de cultura, com base em livros, filmes e músicas.

Fonte: brasilescola.uol.com.br

Compartilhe com seus amigos!