Desse ou deste?

Desse e deste são pronomes demonstrativos e, como tais, são usados para situar, no tempo ou no espaço, algum termo do enunciado em relação às vozes do discurso (1ª pessoa, como “eu”, “nós” e “a gente”; e 2ª pessoa, como “tu”, “vós”, “você” e “vocês”). Por isso, esses dois pronomes podem ser usados em ocasiões semelhantes, porém com uma importante diferença: a posição em relação a quem fala (1ª pessoa) e a posição para quem se fala (2ª pessoa).

Esses pronomes resultam da junção entre a preposição “de” e os pronomes “este” e “esse”. Eles podem variar em gênero e número, podendo ser masculino, feminino (desta, dessa) e neutro (disto, disso), bem como singular e plural (destes, desses, destas, dessas). Quando neutro, não há forma no plural.

Quando usar “desse”?

O pronome demonstrativo desse é usado quando o termo referido pertence ou está próximo da 2ª pessoa, aquela a quem se dirige o discurso, muitas vezes representada pelos sujeitos tu, vós, você e vocês. Esse leve distanciamento da 1ª pessoa e proximidade da 2ª tem a ver com o pertencimento ou com o espaço (aqui vs. aí).

Quando o pronome demonstrativo está relacionado ao tempo, indica um período (passado ou futuro) pouco distante. Na linguagem coloquial ou em obras literárias, também pode ser usado para indicar afastamento da 1ª pessoa, mesmo que não haja menção à 2ª pessoa, passando a noção de ser algo que poderia estar perto.

Qual é o nome desse filme a que você está assistindo?

Pode me esperar aí na frente desse lago.

Nos exemplos, o pronome desse indica proximidade à 2ª pessoa, seja metafórica (como se o filme fosse dela), seja literal (a pessoa está mais perto do lago do que quem fala).

Eu gosto muito desse meu livro que você tem em mãos.

Aqui, embora o livro pertença à 1ª pessoa, usa-se o pronome desse, pois o objeto está mais próximo fisicamente da 2ª pessoa.

Não sei o que esperar desse ano que virá…

Tenho saudades desse tempo que não volta mais…

Nos exemplos acima, o pronome desse indica proximidade do tempo. No primeiro caso, o ano está por vir. No segundo caso, é uma proximidade afetiva na memória.

Livrai-me desse sentimento ruim.

No enunciado acima, utiliza-se o pronome desse de maneira a afastar o sentimento ruim da pessoa que está falando. Tal uso não é recomendado em contextos de uso formal da língua.

Quando usar “deste”?

O pronome demonstrativo deste é usado quando o termo referido pertence ou está próximo da 1ª pessoa, a que fala, muitas vezes representada pelos sujeitos eu, nós e a gente. Há, portanto, proximidade física ou que indique pertencimento em relação à 1ª pessoa.

No que diz respeito ao tempo, trata-se de período que inclui o momento presente em que se fala. Na linguagem coloquial ou em obras literárias, o pronome deste também gera efeito de aproximação da 1ª pessoa, mesmo que seja em sentido figurado.

O resultado deste trabalho é muito importante.

Aqui, o pronome deste indica pertencimento, posse do trabalho.

Eu vou te esperar aqui em frente deste campo.

O pronome deste indica que a 1ª pessoa está fisicamente próxima ao campo.

Nunca vou me esquecer deste dia, que está sendo incrível!

Destes anos todos, o melhor momento é o que vivo agora.

Nos exemplos acima, o pronome deste inclui o momento presente.

Guardo belas recordações deste grande amigo que se mudou para longe.

Embora o amigo esteja longe, o pronome deste gera efeito de proximidade. Tal uso não é recomendado em contextos de uso formal da língua.

demonstrativo

espaço/relação

tempo

deste

– próximo da 1ª pessoa

– presente

– passado ou futuro que inclui o presente

desse

– distante da 1ª pessoa
– próximo da 2ª pessoa

– passado ou futuro próximo (sem incluir o presente)

 

Fonte: preparaenem.com

Compartilhe com seus amigos!