24 de maio dia do Vestibulando

A vida de um vestibulando não é fácil. A pressão vem de todos os lados, dos pais, amigos e escola, e até de si próprio, já que o seu futuro pode depender de um bom desempenho no vestibular. Essa fase também representa uma mudança da adolescência para a vida adulta e com ela vêm as maiores responsabilidades. Para homenagear esses estudantes, foi criado o Dia do Vestibulando, comemorado em 24 de maio.

Os primeiros vestibulandos apareceram no início do século XX, quando o crescimento de candidatos interessados em ingressar na universidade exigiu a criação de processos seletivos. A partir de 1911 os vestibulares se tornaram obrigatórios para entrada no ensino superior e, logo depois, a prova oral foi substituída pelos exames escritos.

Primeiras universidades do Brasil
Entre a década de 10 e 20 surgiram as primeiras universidades no Brasil, como a Universidade do Paraná e a Universidade do Rio de Janeiro, atualmente federais (UFPR e UFRJ). Essas instituições surgiram principalmente através da união de Escolas Politécnicas e faculdades de Medicina, Ciências Jurídicas, Ciências Sociais e Letras. Desde essa época os cursos mais concorridos eram de Direito e Medicina, com destaque também para a Filosofia.

No início da década de 30 foi criada a Universidade de São Paulo (USP), a mais reconhecida instituição de ensino superior do Brasil. A demanda pelos cursos da USP exigiu a criação de uma fundação para organizar o seu processo seletivo, o que aconteceu em 1976 quando surgiu a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest). O primeiro vestibular da Fuvest reuniu 92.461 vestibulandos, uma marca impressionante até para os dias atuais.

Fonte: brasilescola.uol.com.br

Compartilhe com seus amigos!